MUNDO

INVESTIGAÇÃO

12/01/2017 às 01:25:20 Enviar Imprimir
Suspeito de suborno, vice-presidente da Samsung é interrogado na Coreia do Sul
O vice-presidente da Samsung Electronics e herdeiro do conglomerado sul-coreano, Lee Jae-yong, foi interrogado nesta quinta-feira (12) como suspeito de crime de suborno no caso que levou ao afastamento da presidente do país, Park Geun-hye.

O diretor, de 48 anos, é filho do presidente do grupo Samsung, Lee Kun-Hee, neto do fundador, e vinha assumindo o controle do conglomerado desde que o pai sofreu um ataque cardíaco.

Ele se apresentou à equipe de investigação para ser interrogado devido à suspeita de que a maior empresa da Coreia do Sul apoiou financeiramente Choi Soon-sil, amiga da presidente e pivô do escândalo de corrupção que engoliu o governo.

Amiga íntima da presidente, Choi Soon-sil é acusada de extorquir, com a cumplicidade de Park, os principais grupos empresariais do país através de fundações, se apropriando de parte do dinheiro.

"Sinto muito por ter provocado preocupações à população com este incidente", afirmou o herdeiro da Samsung ao chegar para depor. "Prendam Lee imediatamente", gritavam manifestantes que aguardavam seu interrogatório.



COMENTÁRIOS