POLÍCIA

INVESTIGAÇÃO

14/11/2017 às 12:46:22 Enviar Imprimir
Suspeito de mandar matar personal em Cuiabá é identificado pela polícia civil
Suspeito de mandar matar o personal trainer Danilo Nascimento de Souza Campos, de 28 anos, na noite da última quarta-feira (8), em Cuiabá, já foi identificado pela Polícia Civil.

Crime investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) pode ser solucionado nas próximas horas.

Segundo fonte do Gazeta Digital, suspeito de 34 anos, morador de um condomínio, em Várzea Grande, seria mandante do assassinato, após ter descoberto suposta traição da companheira, aluna de Danilo.

A mulher foi ouvida e negou a relação com o personal. Ainda conforme informações, suspeito tem passagens criminais por estelionato e violência doméstica.

Vereador de Várzea Grande, Nilo Campos (DEM), pai de Danilo, explicou que prestará depoimento na delegacia na quinta-feira (16). Campos contou que o filho vivia com ele e nunca queixou-se de ameaças, tampouco, tem explicação para o crime.

"Era uma joia, um filho espetacular, mas acreditamos na polícia e no Poder Judiciário, que essa pessoa seja presa para que o crime não fique impune e sirva de exemplo".

Nesta terça-feira (14), a família e amigos participam da missa de 7° dia na Igreja Santa Isabel, no bairro de mesmo nome, em Várzea Grande, onde Danilo residia com os pais. "Convidamos a todos os amigos para a missa, meu filho era muito querido", disse o vereador.

O caso

Danilo foi atingido por tiros na noite de quarta-feira (8), na rua Ramiro de Noronha, bairro Jardim Cuiabá, depois de deixar academia onde atuava. Dupla em motocicleta seguiu a vítima, que chegou a parar o carro Honda Civic e descer para conversar, quando foi baleado.

O motivo para o assassinato seria passional, ocorrido depois que o marido de uma aluna de Danilo descobriu suposto relacionamento e passou a ameaçá-lo com mensagens, telefonemas 



COMENTÁRIOS