ECONOMIA

PREÇOS

18/04/2017 às 01:04:43 Enviar Imprimir
Sefaz e Acrismat discutem o preço de pauta do suíno no estado de Mato Grosso

A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT) apresentará aos produtores de suínos a metodologia de cálculo aplicada na elaboração do preço da pauta, o levantamento do cenário econômico sem a aplicação do valor da pauta e o mapeamento da destinação da produção do setor. Os itens foram definidos nesta segunda-feira (17.04) pelo secretário Gustavo de Oliveira, durante reunião com representantes da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat).

O levantamento será apresentado em uma nova reunião a ser realizada nos próximos quinze dias entre a pasta e a entidade, que solicitou a extinção do preço de pauta para operações interestaduais e que serve como base para a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O secretário afirmou que as considerações realizadas pelo setor são importantes, mas é necessário analisar o cenário como um todo e fazer um estudo econômico para que a atividade se mantenha competitiva. “Muito mais que extinguir o preço de pauta, é preciso olhar para o setor como um todo, avaliar as fragilidades, o potencial do setor e definir as estratégias para o desenvolvimento da suinocultura em Mato Grosso. Esse é um trabalho que faremos a quatro mãos com a Associação e a equipe econômica do Governo”.

O encontro contou com a participação de produtores do estado, do diretor presidente do diretor executivo da Acrismat, Raulino Teixeira e Custódio Rodrigues, e do secretário adjunto de Receita Pública, Último Almeida.

Durante a reunião o diretor presidente da Acrismat, Raulino Teixeira, ressaltou a importância da suinocultura para a economia mato-grossense e a necessidade da revisão do preço de pauta para o setor. “A suinocultura é uma atividade permanente, e nos últimos anos tem enfrentado períodos de crise, por isso estamos buscando auxilio junto ao Executivo”, pontuou Teixeira.




COMENTÁRIOS