ESPORTES

MERCADO

07/01/2017 às 02:25:46 Enviar Imprimir
Santos não avança por Robinho após reunião com advogada na Vila Belmiro

reunião com a representante de Robinho, Marisa Alija, na noite desta sexta-feira, na Vila Belmiro, não foi muito proveitosa para o Santos. O presidente Modesto Roma voltou a manifestar interesse do atacante, mas a advogada não quis intensificar as negociações antes do acerto com o Atlético-MG.

Modesto apresentou alguns detalhes para uma futura proposta oficial do Peixe, mas Marisa destacou que é o Galo quem tem que decidir pelo futuro de Robinho. O contrato se encerra ao fim de 2017 e a multa rescisória é de R$ 100 milhões – valor que sobe a cerca de R$ 170 milhões (50 milhões de euros) para clubes do exterior.

– Nós conversamos e eu expliquei que o Atlético-MG tem que ser procurado e que eu acho dificílima a liberação. Modesto me perguntou se teria possibilidade, eu respondi que sempre tem no futebol, mas que é preciso falar com o Atlético. A multa é alta, Robinho está jogando, e o Santos é adversário direto na Libertadores – explicou Marisa Alija ao GloboEsporte.com.

– Falamos superficialmente de números. Não quis evoluir porque de fato é o Atlético-MG quem tem controle total – completou. 

Ainda otimista, o Peixe acredita que pode convencer Robinho a retornar à Vila Belmiro e espera que o Galo abra mão do atacante, já que, com o fim do acordo com a Dryworld, empresa de material esportivo que bancava parte dos salários do atleta, o clube agora precisa arcar com a totalidade dos vencimentos de R$ 800 mil.

Robinho é aguardado neste sábado na Cidade do Galo, em Belo Horizonte, onde ele e os demais jogadores se apresentarão para o início da pré-temporada.




COMENTÁRIOS