POLÍTICA

LANCHES

24/11/2017 às 10:01:07 Enviar Imprimir
Projeto de lei propõe que alunos recebam lanches antes no início das aulas em MT
Um projeto de lei de autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB) obriga o Poder Público a ofertar diariamente um lanche antes do início das aulas, para os alunos matriculados em toda a rede estadual de ensino.

Objetivo é propiciar melhores condições de aprendizado aos alunos, especialmente aos carentes, que na maioria das vezes, já chegam à escola com fome e têm que aguardar o horário do lanche para se alimentarem.

O Projeto de Lei 69/17 recebeu parecer favorável da Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto e aguarda votação em Plenário.

Caso aprovado, o lanche deve ser ofertado 30 minutos antes do início das aulas nos turnos matutino, vespertino e noturno. Dessa forma, serão beneficiados os alunos da Educação Infantil, Fundamental, Médio e Ensino de Jovens e Adultos – EJA.

Botelho defende a proposta como fundamental para o crescimento, a aprendizagem, o rendimento escolar dos estudantes e a formação de hábitos alimentares saudáveis.
 "Com este projeto pensamos em diminuir a deficiência alimentar dos estudantes e garantir uma alimentação de qualidade, uma vez que, alunos bem alimentados renderão muito mais em salas de aulas. Por isso, temos a certeza que os deputados votarão pela aprovação", afirma Botelho.

Ele chama a atenção para a realidade de muitos alunos da rede pública de ensino que, sem condições, se alimentam de forma precária em suas casas, sem ao menos tomar um copo de leite, e têm que esperar até a metade do período de aulas para se alimentarem.

Um caso recentemente divulgado, de um aluno carente, de oito anos, da escola do Cruzeiro, no Distrito Federal, que desmaiou de fome durante a aula, reforçando a ideia de que o alimento servido na chegada à escola ajudará, consideravelmente, os estudantes a ter melhores condições físicas e, consequentemente, aproveitamento das aulas.


COMENTÁRIOS