POLÍTICA

NEGADO

02/12/2017 às 11:57:43 Enviar Imprimir
Ministro do STJ nega HC e coronel da PM completa mais de 6 meses preso em MT

Em decisão proferida na noite desta sexta-feira (01), o ministro Mauro Campbell Marques, do Superior Tribunal de Justiça, negou um recurso com pedido de habeas corpus impetrado pelo ex-comandante-geral da Polícia Militar, coronel reformado Zaqueu Barbosa. O militar está preso desde maio deste ano acusado de ser o líder do esquema de escutas ilegais em Mato Grosso.

A decisão ocorreu num habeas corpus impetrado em agosto deste ano. Inicialmente, o processo foi relatado pelo ministro Ribeiro Dantas, que negou liminar em 14 de agosto.

Já em 15 de setembro, a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça não reconheceu um agravo impetrado pelo coronel. A partir de outubro, Mauro Campbell passou a relatar todos os casos referente aos grampos ilegais em Mato Grosso.

Isso porque ele acatou solicitação do governador Pedro Taques (PSDB), um dos investigados no caso. A prisão de Zaqueu havia sido decretada pela 11ª Vara Militar de Cuiabá.

Esta foi a primeira decisão de Campbell em relação a situação de Zaqueu. O ministro já despachou pela soltura de outros sete investigados, que estavam presos em função de tentativa de obstrução a Justiça na "Operação Esdras", que foi determinada pelo desembargador Orlando Perri.

Além de Zaqueu, segue preso o cabo Gerson Correa Júnior, também preso em maio. Ele é acusado de ser o operador do sistema ilegal de grampos telefônicos.



COMENTÁRIOS