ESPORTES

PÔLEMICA

09/11/2017 às 13:42:37 Enviar Imprimir
Justiça pede que Vasco da Gama comprove pagamentos dos sócios da urna sete
A Justiça determinou que o Vasco tem 48h para fazer constar na ata da eleição que a urna 7 está sub judice. Além disso, o clube precisará comprovar os pagamentos de todos os associados que votaram na urna em questão. A decisão é da juíza Maria Cecília Pinto Gonçalves, da 52ª vara cível.

No total, 691 sócios poderiam ter votado na urna 7, mas 457 eleitores compareceram. Destes, 428 votaram na chapa encabeçada por Eurico Miranda, atual presidente curz-maltino. Quarenta e oito votaram na chapa de Julio Brant. A urna, após a votação, foi lacrada e está sob poder judicial.

A diretoria do Vasco mantém a confiança de que é capaz de comprovar todos os pagamentos destes sócios.


COMENTÁRIOS