MUNDO

ATIVISTA

18/11/2017 às 09:18:17 Enviar Imprimir
Em comunicado, reverendo Jesse Jackson diz que foi diagnosticado com Parkinson
O reverendo e ativista dos direitos civis americano Jesse Jackson comunicou, nesta sexta-feira (17), que foi diagnosticado com Parkinson, enfermidade que restringe os movimentos do corpo e piora progressivamente com o tempo.

Em uma carta divulgada nesta sexta, o reverendo conta que, relutante, buscou atendimento médico depois que sua capacidade de se mover e executar tarefas rotineiras se tornou cada vez mais difícil ao longo de um período de três anos.

"Reconhecer os efeitos dessa doença em mim foi doloroso, e demorei a compreender a gravidade", disse. "Para mim, o diagnóstico de Parkinson não é um sinal de parada, mas sim um sinal de que devo fazer mudanças em meu estilo de vida, e me dedicar à fisioterapia, na esperança de retardar a progressão da doença".

Jackson foi lider do movimento de direitos civis nos Estados Unidos desde a década de 1960, e esteva com Martin Luther King quando ele foi assassinado em Memphis, no Tennessee, em 1968.

Duas vezes, Jackson buscou ser nomeado pelo partido democrata à presidência dos EUA, e atuou como um emissário para garantir a libertação de americanos sequestrados no exterior.

Em seu comunicado, ele disse ainda que considera o diagnóstico como uma oportunidade para buscar por uma cura para o Parkinson, doença que também afetou seu pai.

"Vou continuar tentando transmitir esperança aos desesperançosos, expandir a nossa democracia para aqueles privados dos direitos políticos e libertar pisioneiros inocentes no mundo todo", finalizou.


COMENTÁRIOS