POLÍTICA

INFIDELIDADE

19/04/2017 às 11:39:59 Enviar Imprimir
Diretório Municipal do PV em Poconé oficializa expulsão de Ageane Barros e Chindão

O diretório municipal do PV de Poconé decidiu, por unanimidade, desligar dos seus quadros o ex-vereador, Chindão, e a atual diretora municipal de turismo e suplente de vereadora, Ageane Barros.

Segundo a direção do partido, antes de tomar essa decisão, foram  respeitados os devidos prazos para apresentação de defesa, garantida pelo estatuto partidário. Após manifestação nesse sentido, a executiva do PV deliberou pela expulsão dos dois.

Segundo informações de integrante do Partido Verde, o processo foi fundamentado em provas e argumentações contidas na representação que solicitava a expulsão dos membros.

Ageane Barros foi expulsa após ser notificada pelo Partido onde previa a fidelidade partidária, como foram oposição nas eleições municipais, a suplente em hipótese nenhuma poderia assumir cargo na atual gestão Tatá Amaral, já que na Câmara Municipal, os dois vereadores eleitos pelo Partido Verde atuam na bancada de oposição.

O ex-vereador Chindão, foi expulso após tentativa de manobra em tomar a presidência do partido em Poconé, sem nenhum consentimento dos seus membros. O ex-vereador foi flagrado em conversas do whats app tentando a manobra com integrantes do diretório estadual.

“Com esta decisão disciplinar e histórica do PV de Poconé, o diretório municipal demonstra seu amadurecimento político, resguardando os valores éticos e morais de uma instituição fundamentada em um estatuto coerente e democrático”, informou um dos membros da comissão de ética.

O documento de expulsão foi protocolado na Justiça Eleitoral, onde o partido aguarda a retirada dos nomes da listagem de filiados no sistema FiliaWeb da Justiça Eleitoral.




COMENTÁRIOS