CIDADES

LUTO

05/08/2017 às 21:54:41 Enviar Imprimir
Cineasta morre durante gravação de série no Pantanal do município de Poconé
Morreu na manhã deste sábado (05), aos 75 anos o cineasta brasileiro Geraldo Moraes. Ele sofreu um infarto e estava internado no Hospital Santa Rosa, mas não resistiu e faleceu nesta madrugada. O homem estava em Mato Grosso participando das gravações de uma série na região do pantanal.

O Olhar Direto conversou a produtora geral, Tati Mendes que informou que Geraldo havia sofrido uma queda há alguns dias atrás durante as gravações da série ‘O Pantanal e Outros Bichos’ dirigida por Amauri Tangará. “Esta queda culminou em um enfarte agudo do miocárdio”, disse a produtora.
 
Velório
 
A primeira parte do velório ocorrerá hoje no cine teatro em Cuiabá das 18:30 ás 21 horas. Em seguida o corpo segue para Brasília onde deverá ser cremado.
 
Carreira
 
Geraldo nasceu e passou a infância e adolescência em Porto Alegre. Foi professor de cinema e televisão na Universidade de Brasília. Em 1992, foi Secretário do Audiovisual e Secretário do Planejamento do Ministério da Cultura. Ele residia em Salvador, deixou a produtora Solange Lima e seis filhos de dois casamentos anteriores.
 
A série
 
Recém-premiada pelo Fundo setorial do Audiovisual (FSA/BRDE /ANCINE), a série contém vinte e seis capítulos e conta a história de um casal (um carioca e uma mato-grossense) que vivem no Pantanal e recebem os netos em sua fazenda. Quando percebem que as crianças estão muito ligadas em tecnologia (e ficam ligadas nos celulares o dia todo), os avós resolvem ajudá-los a conhecer o mundo mágico do Pantanal, e aí surgem na história os diversos personagens mitológicos da região, como o ‘Pé de Garrafa’, a ‘Mãe do Morro’ e a ‘Porca dos sete leitões’. O público-alvo é infanto-juvenil. 


COMENTÁRIOS