POLÍTICA ▸ AÇÃO CIVIL

Walace depõe dia 27 de Fevereiro em ação que pode custar seus direitos políticos

O juiz da Terceira Vara Especializada da Fazenda Pública, Jones Gattass Dias, marcou para o próximo dia 27 de fevereiro a audiência que irá ouvir o ex-prefeito de Várzea Grande, Walace Guimarães (MDB), em ação a qual ele é acusado de usar veículo oficial para fins particulares, quando estava no comando do município.

Além de Walace, responde pela ação e também será ouvido no dia, Antônio Carlos de Oliveira – popular Carlinhos -, que na época era o motorista do então prefeito.

A denúncia foi aceita pelo juiz em 16 de setembro de 2015. Na ação, proposta pelo promotor de Justiça Luciano André Viruel Martinez, cita que Walace teria ordenado ao Setor de Transportes da Prefeitura de Várzea Grande, a retirada de todos os adesivos que caracterizavam o veículo Chevrolet Corsa, placa KAH 1455, como sendo de propriedade da Prefeitura, fazendo assim uso deste para fins particulares. Consta ainda, que o referido automóvel estaria sendo utilizado para fins particulares do prefeito e que ficaria em tempo integral na casa do motorista Antônio Carlos de Oliveira.

Na ação, o promotor pede a perda dos direitos políticos de Walace pelo período de cinco a oito anos, ressarcimento solidário com Carlinhos de R$ 9.942,69 mil referente aos gastos com o conserto do carro da Prefeitura, e o pagamento de multa que pode chegar ao valor de R$ 1,8 milhão.

Já para Carlinhos, o promotor solicita além do ressarcimento solitário de Walace, a perda de sua função pública e o pagamento de multa que pode chegar ao valor de R$ 150 mil.

A audiência estava prevista para ocorrer em 03 de outubro, porém, foi remarcada para o dia 07 de novembro. No entanto, a mesma foi adiada novamente e remarcada para às 14 horas do dia 27 de fevereiro (no Fórum de Várzea Grande), ante a necessidade de reequação da pauta.

Entre as pessoas arroladas por Walace consta o ex-secretário de Assistência Social do município, Mariuso Damião.

Comentários