POLÍTICA ▸ DENUNCIA

TV denuncia vereador acusado de contratar fantasmas no legislativo de Cuiabá

O vereador de Cuiabá, Chico 2000 (PR), é acusado de empregar duas mulheres que não cumprem expediente em seu gabinete, que recebem, juntas, R$ 8 mil. A denúncia foi feita pelo Programa do Pop (TV Bandeirantes) nesta semana.

As servidoras são Lurdes de Oliveira Lobo, que recebe R$ 5 mil, e a nora dela, Jane Cléia, que recebe R$ 3 mil. As duas foram contratadas como assessoras parlamentares.

Lurdes Oliveira foi procurada na residência dela pelo repórter Arthur Garcia. O marido dela disse para que a esposa não daria entrevista sobre a função que supostamente exerce no Legislativo de capital. “ A bicho! Eu não vou chamar ninguém não. Eu não sei onde a Lurdes trabalha não”, disparou.

Pouco depois, o casal saiu de casa em um automóvel até um supermercado. Ao serem abordados, os dois chegaram a empurrar a empurrar o jornalista. 

Em seguida, Lurdes explicou a função que exerce no gabinete. “Eu ajudo fazendo as visitas nas casas, nas ruas. Se precisa fazer ofício, sou eu quem faz. Vejo alguém que está precisando de alguma coisa como arrumar os buracos. Eu fico fazendo mais trabalhos externos”, contou.

Sobre o salário de R$ 5 mil mensais que recebe, Lurdes considera justo pelo tanto que ajuda o vereador. “Olha pelo que eu já ajudei o Chico desde 2003. Isso aí é pouquíssimo. Eu também tenho meus gastos. É claro que eu o ajudei pensando em retorno próprio, quem é que trabalha sem pensar no retorno”, questiona.

Porém, os demais funcionários de Chico 2000 já não consideram Lurdes como servidora do local. O chefe de gabinete Rubens Vuolo contou que ela já não faz mais parte do quadro de servidores, tendo sido substituída pela nora, Jane Cléia. 

Segundo o chefe de gabinete, Jane realiza trabalhos externos, mas não detalhou qual sua função. Já Chico 2000 evitou responder os questionamentos do jornalista sobre a denúncia de empregar funcionários fantasmas.

Ele atacou o repórter, o chamando de covarde e tendencioso.  “Arthur, você é um menino que está começando sua vida ligado à imprensa, prestando seu serviço como repórter  e deveria reavaliar sua postura. Você conduz suas ações de forma covarde, maldosa, tendenciosa, e por isso não lhe concederei entrevista e você tire suas convicções”, declarou.

Comentários