POLÍCIA ▸ DESACORDO COMERCIAL

Travesti é acusada de roubar carro de cliente que não pagou programa em MT

O homem de 38 anos foi até delegacia de Polícia após ter o veículo levado depois de se recusar a pagar um “serviço sexual” a uma travesti, em Sinop (480 km de Cuiabá). O caso ocorreu no final de semana em um motel. 

Segundo as informações, o cliente teria se negado a pagar a quantia de R$ 1mil pelo programa. Em seguida, a travesti e o cliente teriam entrado em luta corporal ainda dentro do motel. 

A travesti então pegou as chaves do carro e saiu do local. Sem o carro, o homem acionou a Polícia Militar relatando o ocorrido.

A PM realizou buscas e localizou o carro no bairro Jardim das Palmeiras. A profissional do sexo disse que o cliente se recusou a pagar e levou o carro para poder receber pelo serviço, que já havia sido prestado.

Após ser ouvida, a travesti  foi liberada pelo delegado.

Comentários