ESPORTES ▸ BRASILEIRO

Time do Vasco sai atrás, mas Pikachu garante vitória contra o Atlético-MG

Rio - Foi sofrido. O Vasco lutou muito e mais uma vez virou um jogo no fim. Com um gol de pênalti de Yago Pikachu aos 53 minutos, o Cruzmaltino estreou no Brasileiro com vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-MG, em São Januário, e agora terá mais tranquilidade para a decisiva partida de quinta-feira contra o Racing, pela Libertadores.

A verdade é que o Vasco merecia a vitória, mas chegou um momento em que parecia que o Atlético-MG conseguiria segurar o 1 a 0 graças às defesas de Victor. Só que o elenco vascaíno se acostumou a só desistir no apito final e foi assim que Wagner marcou o gol de empate aos 41.

Nessa altura, o Vasco já tinha o domínio do jogo, mas não foi assim sempre. Apesar do bom começo, com uma bola na trave de Pikachu, o Cruzmaltino sofreu um baque com o gol de Otero, que escorregou ao dar chute de longe e enganou Martín Silva, logo aos 12 do primeiro tempo.

Em desvantagem, o Vasco sofreu para se encontrar em campo, principalmente com saídas de bola erradas que quase fizeram o Atlético ampliar: Gustavo Blanco mandou na trave e Martín Silva salvou em lances de Ricardo Oliveira e Cazares. E a torcida perdeu a paciência, vaiando Rafael Galhardo, Wellington e Henrique.

Somente na segunda etapa o Vasco voltou a se encontrar, principalmente após Rildo, Rios e Thiago Galhardo entrarem. Contra um Atlético-MG que praticamente abdicou do ataque, o time de Zé Ricardo esbarrava em Victor.

O goleiro já havia feito grande defesa em cabeçada de Riascos, na primeira etapa, e seguiu inspirado na segunda com defesas em cabeçada de Rios, chutes de Wagner e Henrique. Mas nada pôde fazer no rebote que o meia vascaíno pegou para marcar.

O empate no fim já seria bom, mas o Vasco queria mais. O jogo chegou a ficar parado após uma batida de cabeça entre Thiago Galhardo e Fábio Santos. O vascaíno ficou desacordado e com a cabeça sangrando, mas ainda voltou a campo, mesmo aparentemente desorientado.

Após o susto, Rildo sofreu pênalti num contra-ataque já aos 51 minutos, e Pikachu cobrou bem para dar a primeira vitória vascaína no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

VASCO 2 X 1 ATLÉTICO-MG

VASCO - Martín Silva; Rafael Galhardo (Rildo), Paulão, Werley e Henrique; Desábato, Wellington (Thiago Galhardo), Pikachu, Wagner e Evander; Riascos (Andrés Rios). Técnico: Zé Ricardo.

ATLÉTICO-MG - Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Elias, Gustavo Blanco (Yago), Luan, Otero (Erik) e Cazares (Róger Guedes); Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.

GOLS - Otero, aos 12 minutos do primeiro tempo; Wagner, aos 41, e Yago Pikachu, de pênalti, aos 53 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - André Luiz de Freitas (GO).

CARTÕES AMARELOS - Evander, Rildo, Andrés Rios e Henrique (Vasco); Bremer, Fábio Santos e Yago (Atlético-MG).

RENDA - R$ 176.600,00.

PÚBLICO - 6.349 pagantes (7.197 total).

LOCAL - São Januário.

Comentários