MUNDO ▸ MANIFESTO

Sob tensão, venezuelanos saem às ruas para atos contra e a favor de Maduro

Em um clima de tensão, os venezuelanos voltam às ruas na tarde desta quarta-feira (23) em Caracas para se manifestar contra ou a favor do governo do presidente Nicolás Maduro.

Durante já madrugada, foram registrados protestos em 63 distritos da capital venezuelana. Alixon Pizani, de 16 anos, morreu após ser baleado em um ato no bairro de Catia, de acordo com o Observatório Venezuelano de Conflito Social.

Segundo a Associated Press, jovens fizeram barricadas e gritaram palavras de ordem contra o governo Maduro no bairro, que fica próximo ao palácio Miraflores (sede do governo). O deputado da oposição Juan Manuel Olivares afirmou que cinco pessoas foram baleadas e pelo menos uma estava em estado crítico. A informação não pôde ser confirmada pela agência.

Comentários