ECONOMIA ▸ BENEFICIO

Saques do PIS/PASEP devem aquecer o varejo cuiabano

A liberação dos pagamentos das cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e promete movimentar a economia do País, assim como a da capital mato-grossense. 

No total, serão injetados nesta primeira fase dos pagamentos R$ 39,5 bilhões na economia brasileira, deste montante, R$ 158 milhões pertencentes aos beneficiários de Mato Grosso. 

De acordo com o superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), Fábio Granja, até o dia 29 de junho deste ano, qualquer pessoa titular de conta do PIS/Pasep, que se enquadre nas regras do programa, pode sacar os recursos que tiver. Durante esse período, as vendas devem ser aquecidas na Capital. “A decisão do governo federal de liberar o saque das contas inativas do PIS/Pasep para quem tem direito ao benefício é extremamente positiva para o comércio de Mato Grosso e ajudará a movimentar a economia do nosso estado, o que deixa os lojistas bastante otimistas”, disse ele. 

Conforme avaliação da CDL Cuiabá ainda, o comércio deve ser o principal beneficiado com a injeção de recursos, tendo em vista que os trabalhadores que têm direito ao saque podem usar os valores para consumo ou mesmo para quitar dívidas e limpar o nome em órgãos de proteção ao crédito. 

ACESSO - Tem direito às cotas do PIS o trabalhador cadastrado no Fundo PIS/PASEP entre 1971 e 4 de outubro de 1988 que ainda não sacou o saldo total de cotas na conta individual de participação. 

A lei abriu uma janela temporal para que todos os cotistas do PIS possam realizar o saque dos valores constantes nas contas individuais. Os cotistas seguirão o calendário escalonado de pagamentos. 

É possível, por meio do site www.caixa.gov.br/cotaspis, consultar o saldo disponível para saque. Na página, o trabalhador pode visualizar o valor que tem a receber, a data do saque e os canais disponíveis para realização do pagamento. 

Comentários