MUNDO ▸ INTERNACIONAL

Putin quer usar a Copa para melhorar imagem e mostrar que não está isolado

Após ser reeleito em uma eleição contestada, o presidente Vladimir Putin quer usar a Copa do Mundo para melhorar sua imagem internacional e mostrar que não está isolado do Ocidente.

Um trabalho gigantesco foi colocado em prática para a realização do mundial. Além dos estádios, novos terminais de aeroportos foram construídos, como em Saransk. Calçadas foram refeitas. O metrô recebeu placas em inglês para orientar os turistas que, até então, eram obrigados a se orientar em cirílico pelo complexo sistema metroviário.

Nada deve perturbar a competição, o líder do Kremlin deixou claro objetivo nacional: mostrar ao mundo a melhor face do país, de acordo com o jornal francês “Le Monde”. As medidas de segurança são bastante rigorosas, uma vez que o Estado Islâmico fez uma série de ameaças contra o mundial.

Na quarta-feira (13), um dia antes do início da competição, Putin agradeceu à Fifa por separar a política do esporte. Mas isso é possível?

A Copa do Mundo, assim como os Jogos Olímpicos de Sochi, chama a atenção para a Rússia como potência global fora da esfera dos conflitos armados internacionais.

Comentários