CIDADES ▸ TURISMO

Prefeitos de Corumbá e Poconé discutem integração dos municípios do Pantanal

O prefeito Marcelo Iunes, viajou juntamente com o deputado estadual, Evander Vendramini e o presidente da Câmara de Corumbá, Roberto Façanha, no final da manhã de sexta-feira, 07 de junho, para a região do Acurizal, para um encontro realizado na Rppn da região. O encontro foi promovido pelo IHP/Rede Amolar e contou com a parceria do Sesc MT e MS.

A reunião aconteceu na Fazenda Acurizal, onde o prefeito de Poconé (MT) Tatá Amaral e o biólogo espanhol Ignácio Jimenez Pérez, já esperavam as lideranças para uma apresentação do projeto que tem como iniciativa a integração entre os dois municípios e estados para a consolidação do Pantanal como destino internacional de natureza. “A ideia é unir esforços para o desenvolvimento do ecoturismo, movimentar a economia, gerar renda, emprego, valorização da cultura e história da região”, explicou o biólogo Ignácio.

Com um discurso, diferente do habitual, Ignácio realizou um workshop em Corumbá (MS) e Poconé (MT), nos últimos dias 04 e 06 de junho, “Produção da Natureza – Alto Pantanal”, que teve como objetivo apresentar novas visões e modelos para impulsionar a economia de regiões com recursos naturais abundantes como o Pantanal. O turismo de natureza pode aliar conservação e produção, tendo as áreas conservadas como motor de desenvolvimento da economia. 

O modelo foi testado na Argentina e virou case de sucesso ao transformar o parque Iberá em destino internacional de natureza. E ele afirma que o mesmo pode ser feito no Pantanal, que apresenta inúmeras vantagens. “O Pantanal está conservado, as espécies silvestres estão em abundância – onça pintada, araras azuis, ariranhas, antas, etc. Só é preciso se dar conta de todo o valor ambiental, cultural e histórico que o Pantanal tem. O mundo está sedento por tudo isso”, enfatizou Ignácio.

Para o deputado Evander Vendramini (MS) essa união de forças em prol do desenvolvimento do turismo de natureza se faz necessária. “Precisamos da união entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para divulgar nossas belezas naturais, pois tirando a divisa geopolítica e fazendo a união dos povos, poderemos dar oportunidade a nossa população e um futuro melhor aos nossos jovens”.

Para Tatá Amaral, prefeito de Poconé (MT), pensar em ações em conjunto com o município vizinho, Corumbá, é imprescindível para que o mundo conheça a potencialidade do Pantanal. “Temos em comum a grande bacia do Pantanal e se trabalharmos juntos para divulgar tudo o que temos aqui, vamos avançar muito e trazer benefícios para toda a nossa região”, reforçou.

Já o prefeito Marcelo Iunes, manifestou seu entusiasmo em participar dessa reunião, onde ambos os municípios serão beneficiados, e essa união será em prol do Pantanal.

“Acredito que se unirmos esforços o destino poderá alcançar visibilidade no cenário internacional. É muito importante às prefeituras incentivarem os empresários que querem fazer parte dessa iniciativa que representa um avanço para os dois estados pensarem no desenvolvimento do turismo”, pontuou Iunes.

Comentários