POLÍTICA ▸ CARGOS

Politicos de Poconé são exonerados e nomeados novamente na AL

O Diário Oficial da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (17) traz em seu conteúdo a exoneração de 181 servidores comissionados. Contudo, na prática, o desligamento pouco impacta o quadro da Casa, uma vez que 275 foram nomeados. Alguns destes foram exonerados apenas para serem nomeados em outros cargos, em outras situações, alguns nomes constam nomeados duplicadamente, devido à alteração de cargos.

Na parte de exonerados, destaca-se o secretário Parlamentar da Mesa Diretora, Xisto Alessandro Bueno, que vem se mantendo em cargos altos da Assembleia desde os tempos do ex-presidente da Casa, ex-deputado José Geraldo Riva, pai da presidente interina, Janaína Riva (MDB). Ele também conseguiu se manter na Casa, quando o ex-deputado, hoje conselheiro de contas, Guilherme Maluf, comandou a casa.

Já na parte dos nomeados, consta o nome do ex-presidente do Intermat (Instituto de Terras de Mato Grosso), Demilson Nogueira Moreira. Ele atua agora como comissionado, mas tenta na Justiça reverter uma condenação que lhe retirou a estabilidade no serviço público por a ter conquistado sem prestar concurso público.

O candidato a Urbano Sene também teve sua portaria de exoneração assinada, mais logo foi nomeado novamente em outra portaria, atualmente o ex-vereador atua como assessor parlamentar do Deputado Alan Kardec com salários de R$ 11.364,16. O ex-vereador Salvador Sotério foi nomeado como Assessor Técnico de cerimonial na AL com salários de R$ 3.748,51.

Outro ex-vereador petista de Poconé que ocupa cargo na assembleia é Jorge Getulio que atua no gabinete do deputado Valdir Barranco com salários de R$ R$2.078,14. 

Além desses politicos, o ex-prefeito Euclides Santos é nomeado na assembleia e fica a disposição do Gabinete de Eduardo Botelho com salários de R$ 2.344,98.

 

Comentários