POLÍCIA ▸ COMANDO VERMELHO

Mulher acusada de integrar facção criminosa é presa no município de Poconé

A Polícia Judiciária Civil prendeu no sábado (26.07) a suspeita, Rita de Cássia Bispo Aguiar, 41, em ação realizada pela Delegacia de Poconé (104 km ao Sul). A suspeita era considerada foragida da Justiça e estava com a ordem de prisão decretada pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

Rita de Cássia é apontada integrante de uma facção criminosa envolvida em diversos crimes, sendo uma das financiadoras das ações grupo. Ela é proprietária de uma boate em Poconé e foi um dos alvos de uma operação deflagrada em agosto de 2018.

Na ocasião, a equipe da Delegacia de Poconé cumpriu buscas na boate e na residência da suspeita, localizados no mesmo endereço, porém ela não foi encontrada, sendo informado pelo marido da investigada que ela estava fora do país.

Após informações de que a procurada estava de volta a cidade, os policiais civis deram cumprimento ao mandado de prisão contra a suspeita, no sábado (26), em via pública. Além da ordem de prisão, Rita de Cássia possui várias passagens anteriores pela Polícia, por envolvimento em crimes de roubo e estelionato.

Comentários