POLÍTICA ▸ ELEIÇÕES 2018

Mauro diz que apoio no 2º turno será discutido, mas prefere Bolsonaro

O governador eleito de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) anunciou que deve apoiar o deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições presidenciais. Segundo ele, a definição ocorrerá após reunir com seu grupo político nos próximos dias.

Mendes que derrotou seus adversários com 58.69% dos votos válidos, destacou que todas as decisões do grupo são debatidas e tomadas em conjunto. O governador declarou na noite deste domingo (07), no Centro de Eventos do Pantanal, após consagração da vitória, que respeita toda as lideranças que estiveram ao seu lado durante a jornada da campanha eleitoral, e não será diferente para definição de apoio ao candidato a presidente. 

“Política é um atividade que se faz em conjunto, uma atividade de grupo, conversar com meus aliados, com as pessoas mais próximas, com os partidos que estarão conosco, mas seguramente essa semana o mais tardar daqui uns três dias a gente terá um posicionamento”, colocou.

A preferência dele por Bolsonaro surgiu após revelar seu voto para presidente.  “Mas agora o meu voto eu posso antecipar a vocês, Jair Bolsonaro”, revelou. 

Mantendo a mesma linha de Mendes, o senador eleito, Jayme Campos (DEM), confirmou que o assunto eleições no segundo turno deve ser discutido nos próximos dias. Mas o senador ressaltou que independente da escolha é necessário torcer pelo País. 

“Vamos conversar a partir de amanhã ou depois de amanhã para alinharmos sobre isso. Independente do que grupo político escolher o melhor caminho para o Brasil com certeza iremos escolher um presidente que realmente faça o Brasil mudar”.

Campos, porém, que a decisão passará por Mendes. “Ele é o nosso DJ”, disparou.

Comentários