POLÍTICA ▸ PSDB

Leitão diz que irá responder acusações de Selma na justiça e não vê prejuízos em campanha

O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) disse que o rompimento político com a juíza aposentada Selma Arruda já é um assunto encerrado e que irá responder as acusações feitas por ela somente na justiça. O parlamentar também entende que o episódio não irá interferir negativamente em sua campanha para o Senado.
 
“Não criei nenhum problema, o problema foi criado por eles. Nunca dei entrevista xingando e atacando ninguém. Agora as inverdades colocadas eu prefiro responder na justiça, não vou levar isso para o campo político. Cada um é responsável pelo que fala. Sou ficha limpa, não respondo nenhum inquérito de tudo aquilo que foi citado. Estou tocando minha campanha e não me atingiu em nada. Costumo plantar as minhas árvores e jamais derrubar árvores alheias. Quem gosta de fazer este tipo de política não vai andar comigo”, afirmou.
 
Desde que foi oficializada como a dona da segunda vaga para a disputa do Senado na chapa de Pedro Taques (PSDB), a juíza e Leitão não esconderam o ambiente desconfortável, deixando claro que havia uma disputa entre ambos.
 
As coisas pioraram após declarações da candidata a seus seguidores em redes sociais, de que eles não precisariam votar em Leitão e nem em Taques, contando que votassem nela.
 
O tempo de propaganda eleitoral na TV distribuídos aos dois candidatos de forma desigual foi o limite para a magistrada aposentada, que em uma de suas famosas lives em sua página no Facebook, anunciou sua independência, além de acusar Leitão de estar envolvido no esquema de corrupção ocorrido na secretaria de Educação.
 
O governador Pedro Taques, que inclusive já vinha vinculando a imagem de anti-corrupção de Selma Arruda a sua campanha, afirmou que tentou mediar o atrito entre os dois candidatos, mas explicou que com o último anuncio de Selma, a aliança foi quebrada e pedirá voto apenas para Leitão.

Comentários