POLÍCIA ▸ DEPOIMENTO

Homem diz que fazia sexo com cadelas para não fazer coisa errada pelas ruas

Francisco Brito Filinto, 52 anos, preso em flagrante por abusar sexualmente de cadelas (Zoofilia), disse aos policiais militares que “é melhor usar a cadela do que fazer coisa errada na rua”. O crime aconteceu na última segunda-feira (13) na casa do acusado, no bairro Padre Onesto Costa, em Primavera do Leste (242 km da Capital).

O agressor, que foi filmado por vizinhos durante um de seus abusos à cadela de nome “Phoá” e denunciado à Polícia Civil, fez essa alegação em sua defesa, como se a ação, de maus tratos aos animais não fosse algo sério.

Segundo a Polícia Civil, o homem foi solto após prestar depoimento porque vai responder em liberdade ao Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por crime de maus-tratos, já que se tratar de infração de menor potencial ofensivo.

A Justiça concedeu autorização para que uma Organização Não Governamental (ONG) SOS Animais de Primavera do Leste tivesse a tutela das cadelas.

Junto com a Polícia e o Corpo de Bombeiros, a ONG realizou o resgate na terça-feira (14), dos animais. 

Segundo relatos de vizinhos, as cadelas são mãe e filha e eram constantemente abusadas. 

Comentários