POLÍCIA ▸ LAÇOS DE FAMÍLIA

Homem confessa ter matado irmã com várias pauladas em Livramento

Manoel Joadir de Arruda, 59 anos, preso na manhã de quarta-feira (07) confessou ter usado um pedaço de madeira para assassinar a própria irmã na noite de segunda-feira (05), no Distrito de Aguaçú de Cima, em Nossa Senhora do Livramento (42 km de Cuiabá).

Daisy Beatriz de Arruda, 41 anos, foi encontrada nua em uma região de mata fechada com sinais de pelo menos nove perfurações por objeto perfurocortante na região da cabeça. As roupas da vítima estavam aproximadamente a 20 metros de onde estava o corpo.

O acusado foi preso pela Polícia Militar 24 horas após crime, quando procurava atendimento médico no hospital de Livramento. Ele havia tentado suicídio e apresentava lesões na garganta e na barriga.

De acordo com a mãe da vítima, a filha era alcoólatra e na noite de segunda-feira saiu para beber na companhia do irmão. Versão confirmada pelo acusado, no entanto, ele nega ter usado uma faca para executar a irmã. Ele afirmou ao delegado Gustavo Belão ter usado um pedaço de madeira para desferir os golpes. 

O crime aconteceu, segundo Manoel, quando ele e a irmã voltavam para a casa da mãe. Ela teria decidido tirar a roupa para tomar banho em um riacho. O acusado negou ter estuprado a irmã, mas a versão ainda será confirmada em exame de conjunção carnal realizado pela perícia técnica. Em seguida, negou dar mais detalhes sobre o crime.

Comentários