CIDADES ▸ CULTURA

Fotógrafo faz vaquinha para realizar projeto ao longo do Rio Cuiabá

O fotógrafo e documentarista José Luiz Franco Medeiros está fazendo uma "vaquinha" para arrecadar fundos e desenvolver o projeto "Expedição 300 - O Rio das Lontras Brilhantes da nascente à foz". A ideia é percorrer o Rio Cuiabá registrando as histórias e pessoas ao longo dos 980 km de extensão do rio.

O projeto lançado no dia do aniversário de 300 anos de Cuiabá vai passar por dez municípios da Baixada Cuiabana. No percurso estão inclusos, Acorizal, Barão de Melgaço, Jangada, Nobres, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Rosário Oeste, Santo Antônio do Leverger e Várzea Grande.

José Medeiros tem 30 anos de profissão e contou ao G1 que pesquisa o rio há dez anos. Por meio das lentes, ele pretende contar diversas histórias às margens do rio. “Idealizei o projeto pelo nome ‘Kuayaverá’ - rio da lontra brilhante que, colocando no plural fica ‘Rio das Lontras Brilhantes’. Para mim, as lontras são as pessoas que ficam ao redor do rio. A ideia é mostrar essas pessoas e contar as histórias delas, documentar essas vidas em vídeo e fotografia” disse.

A expedição pelo Rio Cuiabá é dividida em cinco trechos, entre passeio de barco e percurso a pé. O primeiro trecho começa no Distrito da Guia e vai até Barão de Melgaço. O segundo trecho é de Barão de Melgaço a Porto Cercado, que fica no município de Poconé.

O terceiro trecho é de Porto Cercado até Porto Jofre. De lá até a Serra do Amolar na divisa entre Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Bolívia, a onde o Rio Cuiabá encontra a foz, no Rio Paraguai. Por fim, o quinto e último trecho são as nascentes no alto Cuiabá, todas as 27 nascentes.

José Medeiros contou que costuma trabalhar sozinho. Entretanto, desta vez, é provável que leve um acompanhante para ajudar na captação de imagens, pois a ideia consiste em parar e conversar com as pessoas. A expectativa é de que a expedição dure cerca de um ano.

Para ajudar basta acessar a página da "vaquinha". A meta do fotógrafo é arrecadar R$ 50 mil para custear todas as despesas da viagem.

Segundo José o projeto também tem o objetivo de fazer um levantamento imaterial do rio que dá nome a cidade e é a primeira vez que um fotógrafo vai registrar toda a extensão do Rio Cuiabá, o desejo é marcar a história.

O Rio Cuiabá passa por onze cidades do estado e é responsável pelo abastecimento de seis desses municípios. É o principal rio que abastece a capital, além de contribuir com a Bacia do Alto Paraguai, formadora do Pantanal.

As nascentes do Cuiabá estão em Rosário Oeste. Em determinado ponto, elas formam os córregos Cuiabá do Bonito e Cuiabá do Castanho, que ficam no meio das serras Azul e do Tombador.

Comentários