ESPORTES ▸ PALMEIRAS

Felipão evita visibilidade a quem atacou ônibus, mas diz: Não tenho medo de bandido

O técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari, não escondeu o incômodo com o ataque sofrido pelo ônibus da delegação antes do jogo contra o Junior Barranquilla, nesta quarta-feira, na arena. O Palmeiras venceu a partida por 3 a 0.

Depois da partida, nenhum jogador se pronunciou na zona mista – o elenco foi preservado pela diretoria. Apenas Bruno Henrique foi à entrevista coletiva ao lado de Felipão, mas foi o técnico quem falou do incidente, e de maneira dura.

– Você me viu com cara de assustado? Não tenho medo de bandido, ninguém tem aqui. Tenho respeito pelo clube e pelo nosso torcedor. Ninguém estava assustado. Eles, jogadores, enfrentaram isso com naturalidade. Não vamos dar visibilidade a quem não merece – disse Felipão.

– Não vamos dar visibilidade a quem não merece. É por isso que eles fazem. Eles não merecem. Hoje os jogadores jogaram, se dedicaram... – completou.

Comentários