POLÍTICA ▸ TOMADA DE CONTAS

Ex-prefeita de Poconé tem prazo de 5 dias para defesa no TCE

A ex-prefeita de Poconé, Meire Adauto (PSDB), foi notificada nesta semana pelo Tribunal de Contas de MT para apresentar defesa quanto às irregularidades apontadas em Tomada de Contas ordinária, instaurada para apurar as possíveis irregularidades nas Contas Anuais.

A Tomada de Contas Especial foi instaurada para apurar os fatos referentes a atos ilegais praticados na gestão, pois, na época por falta de informações apresentadas pela gestora, não foi possível apurar com exatidão os resultados fiscais, orçamentário e financeiro, nem afirmar se houve ou não o cumprimento dos limites constitucionais e legais relativos à saúde, educação e aos gastos com pessoal do Executivo.

Conforme notificação, a ex-prefeita deverá apresentar as alegações finais acerca dos apontamentos contidos no Relatório Técnico de Defesa emitido pela Secretaria de Controle Externo da 6ª Relatoria. Ela têm um prazo de cinco dias, a contar da publicação, para apresentar defesa.

Ficha Suja:

A ex-prefeita Meire Adauto segue inelegível por 8 anos após ter várias contas reprovadas pelo Tribunal de Contas de MT e Câmara de Vereadores de Poconé. Apenas no último ano a ex-prefeita teve a aprovação por parte da Câmara de Poconé que contrariou o parecer do Tribunal de Contas.

 

Comentários