ESPORTES ▸ UFC

Cyborg não descarta duelo com Amanda, mas quer vencedora de Holm x Megan

A esperada super luta entre Cris Cyborg e Amanda Nunes segue no imaginário dos fãs, mas longe de um final feliz. Após a vitória da Leoa no UFC Rio, dia 12 de maio, a campeã peso-galo recebeu uma suspensão médica de 180 dias. Enquanto isso, a a detentora do cinturão do peso-pena mantém seus planos de lutar em julho e, apesar de não descartar o confroto contra a compatriota, aposta que sua próxima rival sairá do duelo entre Holly Holm e Megan Anderson, no UFC 225, dia 9 de junho, em Chicago (EUA).

- Nunca falei que não queria lutar com brasileira, foi a Amanda que me desafiou, falou que queria lutar comigo. Na verdade, eu não escolho adversária, sempre estou preparada para qualquer uma. Aceitei essa luta já depois da Holly Holm, e como eles falaram que seria em julho, então estou aguardando.

Queria enfrentar as meninas da minha categoria, porque isso seria uma coisa para fazer crescer a minha categoria, mas independente de quem tiver para o UFC colocar, estarei pronta. Pela Amanda, o médico deu para ela 180 dias (de suspensão). Com certeza ela não poderia pegar essa luta (para julho), mas quem ganhar da Holly Holm x Megan Anderson acho que seria o mais correto de ser a próxima luta. Mas se a próxima for a Amanda, tudo bem, continuo treinando, esperando e aguardando - afirmou, ao Combate.com.

Comentários