BOCA NO TROMBONE ▸ INÉDITO

Conselho de Bairros em funcionamento em Poconé

Em grandiosa reunião de trabalho realizada na noite de segunda-feira (30/04), na sede da Associação Atlética Banco do Brasil (A.A.B.B.) e com presença de mais de 300 pessoas, o prefeito Tatá Amaral (PR) assinou e enviou à Câmara Municipal de Vereadores, o Projeto de Lei N° 005/2019 que dispõe sobre a criação e organização estrutural do Conselho Municipal Comunitário em Poconé (104 km de Cuiabá).
 
Dependendo agora apenas da aprovação do Poder Legislativo, o Conselho ficará vinculado à Gerência dos Conselhos e terá como um de seus objetivos assegurar a participação e integração da comunidade na Gestão Pública, identificando as prioridades e fiscalizando obras e serviços públicos.

No evento, estiveram presentes, além do prefeito Tatá Amaral (PR) e seu vice, Caçamba (DEM), os secretários, diretores e assessores municipais, vereadores, representantes de instituições e os membros dos Conselhos Comunitários dos 13 bairros da cidade (Boa Esperança, Areão, Bom Pastor, Jardim Aeroporto, Cohab Nova,  João Godofredo, São Benedito, Jardim das Palmeiras, Cruz Preta, São Judas Tadeu, Boa Nova, Jurumirim e Santa Teresa).

O primeiro secretário da Assembléia Legislativa – MT, deputado estadual Max Russi (PSB), também participou da reunião e fez um pronunciamento que animou todos os presentes. O parlamentar anunciou que irá destinar uma de suas emendas, entre R$ 400 mil a R$ 500 mil, para ser dividida entre os conselhos para que eles possam empregar em algumas de suas demandas.

“Essa emenda será dividida em partes iguais e vou mandar o pessoal do meu gabinete vir até aqui e reunir com os conselhos para que eles possam definir o melhor uso desse recurso, seja para fazer uma academia ao ar livre, um parquinho, alguma reforma de espaço público dos moradores, enfim, definir o que é melhor para todos”, disse o deputado.

Na oportunidade, o prefeito Tatá Amaral fez a assinatura da Ordem de Serviço para conclusão da construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada no bairro Santa Teresa, que será de responsabilidade da Construtora Alto Monte Eirele EPP, na qual terá um prazo de 180 dias para a sua conclusão.

Na obra, o município irá investir uma quantia de R$ 736.629,00 (setecentos e trinta e seis mil e seiscentos e vinte e nove reais), vindos de recursos próprios, captados através de planejamento do setor financeiro que orientou a contenção de gastos das secretarias municipais visando conseguir os valores para concretizar a obra que estava  paralisada desde 2015.

A paralisação das obras se deu pela escassez dos recursos vindos através do Ministério da Saúde, antes de sua finalização, o que fez com que o Ministério Público abrisse para investigar os atrasos e as irregularidades na construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Comentários