ESPORTES ▸ SELEÇÃO BRASILEIRA

CBF antecipa envio de lista final e manda ofício para evitar clubes desfalcados

Diante da possibilidade de clubes brasileiros ficarem desfalcados nas próximas semanas, em razão da presença de jogadores na lista provisória de convocados para a Copa do Mundo, a CBF vai antecipar o envio da lista final, com os 23 nomes, aqueles que Tite anunciou na última segunda-feira. O prazo limite é 4 de junho, isso será feito já na próxima segunda-feira, data da apresentação dos atletas na Granja Comary.

O coordenador técnico de seleções Edu Gaspar afirma que a partir desse momento vai passar a vigorar a lista definitiva, e não mais a de 35 pré-inscritos, o que liberaria os suplentes para estarem em atividade no futebol brasileiro.

Além disso, a CBF mandou na quinta-feira um ofício à Conmebol. A Confederação Sul-Americana conseguiu, junto à Fifa, uma exceção para que atletas convocados pudessem participar da última rodada da fase de grupos da Libertadores, marcada para os dias 22, 23 e 24 de maio. Pela circular registrada ainda no ano passado, 20 de maio seria o último dia para atividades em clubes.

A CBF pede à Conmebol que solicite a Fifa a mesma exceção para os campeonatos nacionais. Com essas duas medidas, Edu Gaspar acredita que os clubes brasileiros ficarão livres para escalarem jogadores pré-convocados, caso, por exemplo, do zagueiro Dedé, do Cruzeiro.

– Estamos bem respaldados quanto a isso. Vamos enviar já na segunda-feira a lista final, com os 23, porque temos isso bem organizado, e ela passará a vigorar – disse o coordenador.

Caso algum convocado se machuque, o regulamento permite substituições até 24 horas antes da estreia de cada equipe. No caso do Brasil, o primeiro jogo será no dia 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov-on-Don. Essa reposição não precisa estar limitada à lista inicial de 35.

Comentários