CIDADES ▸ CARNAVAL 2018

Carnaval: Estado de Mato Grosso tem folia na Capital e outras cinco cidades

Os mato-grossenses terão as escolhas reduzidas para festejar o carnaval 2018. Três dos 8 municípios do Estado que realizam as principais festas de Carnaval vão deixar a data passar em branco neste ano. Além disso, a cidades que vão promover a festividade a partir deste sábado (10), terão estrutura reduzida e parceria com a iniciativa privada, tendência que vem aumentando ao longo dos anos para minimizarem as despesas geradas aos cofres públicos.

As prefeituras de Rondonópolis, Sinop e Arenápolis confirmaram que as cidades não terão carnaval bancado pelo poder público neste ano. A Capital do Nortão, inclusive, já não promove a festa popular há 5 anos, desde 2013.

Arenápolis, conhecida por ter uma das melhores festas de Mato Grosso, acabou ficando sem a folia depois do veto do governador Pedro Taques (PSDB), que proibiu a destinação de emendas parlamentares para a festividade. Segundo o prefeito Mauro Figueiredo (PSD), o município sempre realiza o carnaval com recurso advindos dos deputados. Neste ano, a população terá opção de curtir apenas o carnaval particular no salão da AABB.

Apesar de ser a segunda maior economia do Estado, a administração de Rondonópolis preferiu cortar os gastos com a programação carnavalesca. A ordem do prefeito Zé Carlos do Pátio (Solidariedade) é “utilizar melhor o recurso” em tempos de crise. Os rondopolitanos devem se concentrar para se divertir nesses dias no Cais, um espaço cultural movimentado da cidade. 

Em compensação, o festejo de Momo está garantido neste final de semana em 5 cidades. Chapada dos Guimarães, Poconé, Santo Antonio do Leverger, Nossa Senhora do Livramento e Barra do Garças vão promover o carnaval.

Por meio de parceria público-privada, o carnaval de Poconé será realizado a partir de sábado (10) até a terça (13), na Praça da Matriz. O Executivo irá disponibilizar R$ 25 mil. Os menores de idade também vão participar da folia da 16h às 22h, com a matinê. A festa se estende até 3h30.

A atração principal ficará por conta da banda nacional Luxúria, que tocará na segunda (12). Nos outros dias a animação ficará por conta das bandas Nova Versão (Poconé) e Os Federais (Livramento). São esperadas 4 mil pessoas por noite. O Sesc Poconé também promete realizar carnaval no município com desfile do bloquinhos dos rua “Oh, abre asas".

Em Nossa Senhora do Livramento, acontece a 24ª edição do Carnaval Banana-Folia, entre sábado (10) e segunda (12), na Praça de Eventos (Fernando Barros). No domingo (11), das 18h às 21h, ocorrerá a matinê para os foliões da melhor idade e também para as crianças. Em todos os dias haverá desfile de blocos.

O Banana-folia é realizado pela prefeitura que banca a festa por meio da venda de espaços públicos como tendas, barracas e estacionamentos. Os recursos servem para custear parte da festança de Momo. Há também parceria com patrocinadores e o comércio local. O público estimado diário é de 6 mil pessoas.

Sem dinheiro do governo, o prefeito de Santo Antônio de Leverger, Valdir Castro Filho, o Valdirzinho (PSD), firmou parceria com a iniciativa privada para realizar a tradicional festa do município que começou nesta sexta (9) e encerra em 12 de fevereiro. Serão gastos R$ 350 mil.

A prefeitura firmou parceria com o Instituto Pronatur, que por sua vez conseguiu o apoio de cervejarias para financiamento dos quatro dias de Carnaval no município. Mais de 20 mil pessoas participam diariamente das festas para curtir o show de Marlon Marra e da dupla Lucas&Gabriel.

Em Guiratinga, acontece o tradicional carnaval dos mascarados a partir deste sábado até terça. Há mais de 50 anos, o bloco dos caretas é quem anima a festa na cidade. De acordo com prefeito Humberto Domingues (PSDB), além dos blocos dos caretas e caretinhas, o carnaval terá bandas de pagode e axé, na Praça em frente ao Banco do Brasil.

O tucano explica ainda que, por causa dos cortes de recusos de parlamentares, a festa será bancada pela prefeitura. O custo é estimado em R$ 89 mil. O evento acontece das 23h às 5h. As matinês serão das 16h às 20h. “Vai dar muita gente porque em Rondonópolis não terá carnaval, nem em Tesouro. Então as pessoas vão vir para cá”, explica o prefeito, sem dar estimativa de público.

Chapada dos Guimarães e Cuiabá

O carnaval em Chapada também inicia neste sábado e vai até terça. Vários blocos vão desfilar durante os dias, com destaque para o Confraria do Bode, que deve atrair inúmeras pessoas, principalmente, da Capital. O bloco entra na “passarela” no domingo (11), a partir das 14h.

A prefeitura também baixou um decreto que trata da proibição da venda de bebidas para menores, regulariza a ocupação da cidade, os horários para uso de som, além de estipular o horário de folia das 10hs às 22 hs. Após as 22 horas, o contingente de policiais militares enviado pelo Estado para reforçar a segurança no carnaval encerra o expediente, ficando apenas os policiais que trabalham na cidade.

Em Cuiabá, a folia se concentra na Orla do Porto, com a atração de shows nacionais. Mas comerciantes e setores da sociedade civil organizam eventos para pular o carnaval em outros pontos da cidade, dentre eles, na Praça da Mandioca.

Os mato-grossenses terão as escolhas reduzidas para festejar o carnaval 2018. Três dos 8 municípios do Estado que realizam as principais festas de Carnaval vão deixar a data passar em branco neste ano. Além disso, a cidades que vão promover a festividade a partir deste sábado (10), terão estrutura reduzida e parceria com a iniciativa privada, tendência que vem aumentando ao longo dos anos para minimizarem as despesas geradas aos cofres públicos.

Comentários