NACIONAL ▸ SILÊNCIO

Bolsonaro encerra entrevista em SP após ser questionado sobre Moro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) encerrou entrevista coletiva em São Paulo nesta terça-feira (11) após ser questionado sobre como avaliava a situação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

Bolsonaro já havia respondido quatro perguntas sobre a reforma da Previdência quando foi questionado por uma repórter: "Como o senhor avaliou as questões envolvendo o ministro Sérgio Moro. O senhor não pode falar sobre isso presidente?"

Ele diz: "Está encerrada a entrevista, viu? Obrigado."

Bolsonaro concedia entrevista ao lado do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com quem havia se reunido antes.

Mais cedo, em Brasília, Bolsonaro e Moro se reuniram no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República. Após o encontro, em nota, o ministério informou que Moro disse a Bolsonaro que a Polícia Federal investiga a "invasão criminosa" de celulares de juízes, procuradores e jornalistas (veja abaixo).

A reunião ocorreu após o site The Intercept ter publicado no fim de semana reportagem com troca de mensagens atribuídas a Moro e ao coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol.

Segundo o site, o então juiz responsável pela Lava Jato no Paraná orientou ações e cobrou novas operações dos procuradores que atuam na operação. As conversas aconteceram no Telegram – aplicativo de mensagens.

Comentários