MUNDO ▸ NOVIDADE

Arábia Saudita nomeia para os EUA a primeira mulher embaixadora de sua história

Aos 44 anos, a princesa saudita Reema bint Bandar bin Sultan bin Abdulaziz Al Saud se tornou em 23 de fevereiro de 2019 a primeira embaixadora da história do país, na qualidade de primeira mulher diplomata saudita enviada a um país estrangeiro.

Nomeada pelo príncipe herdeiro, Mohammed bin Salman, Reema assumiu o mais alto posto diplomático nos Estados Unidos, tornando-se a 11ª embaixadora saudita no país, onde se formou em Artes, na George Washington University.

Divorciada e mãe de duas crianças, a princesa saudita é formada em Artes, com ênfase em Museologia, e seu pai, Bandar bin Sultan Al Saud, foi embaixador nos Estados Unidos entre 1983 e 2005. Reema bint Bandar Al Saud substitui a partir de agora o príncipe Khalid ben Salman, filho do rei da Arábia Saudita, na embaixada norte-americana.

Enquanto cursava estudos em Museologia, a princesa Reema estagiou no Instituto do Mundo Árabe, em Paris, e na Sackler Gallery of Art, em Washington D.C. Ela também colaborou à distância com o curador do Museu Field, em Chicago, enquanto a "Coleção Haifa Faisal", de sua mãe, foi exibida na instituição.

Na última década, a princesa se envolveu em múltiplas iniciativas, tanto no setor privado quanto no público.

Comentários