POLÍTICA ▸ DESCONTROLADO

Aliado de Bolsonaro, deputado de Mato Grosso tenta agredir colega

Deputados federais quase saíram no braço na tarde desta quarta-feira (24) no plenário da Câmara dos Deputados após a repercussão de matéria da Folha sobre uma suposta decisão do governo de Jair Bolsonaro (PSL) de oferecer a parlamentares aumento nas emendas parlamentares em troca de votos pela Reforma da Previdência.

O governo está ofertando cargos. O governo está acertando os deputados, disse o deputado Aliel Machado (PSB-PR), que foi imediatamente chamado de vagabundo por José Medeiros (Podemos-MT).

A segurança da Câmara teve que apartar a briga. Segundo a reportagem, em reunião na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS) ofereceu um extra de 40 milhões em emendas parlamentares até 2022 a cada deputado federal que votar a favor da Reforma da Previdência no plenário da Câmara.

Comentários