CIDADES ▸ CULTURA

Imagens do fotógrafo Araquém Alcântara que nos fazem refletir sobre o povo e a natureza brasileira

Araquém Alcântara é considerado um dos pioneiros em fotografia ecológica no País. Ele se destacou como o primeiro fotógrafo a documentar todos os parques nacionais do Brasil. Além de revelar a diversidade da nossa fauna e da cultura do povo, Araquém é um dos artistas brasileiros que mais defende o patrimônio ambiental, lutando contra o desmatamento ilegal da Amazônia.

Em 2020, Araquém completa 50 anos de dedicação ao Brasil e à fotografia. Ao longo dessa carreira, ficou diante de perigos, próximo de animais selvagens, como a onça-pintada, que poderiam, por instinto de defesa e territorial, atacar o fotógrafo. Apesar dos riscos, Araquém continuou os trabalhos de documentação e proteção da natureza brasileira, sendo hoje uma referência no segmento e fonte de inspiração para novos fotógrafos.

É autor do livro de fotografia ’Terra Brasil’ que registra a exuberância da natureza. O livro fez tanto sucesso que foi apontado como o mais vendido no País de todos os tempos nesse segmento.

Pela contribuição de seu trabalho à cultura do Brasil, Araquém recebeu, em 2009, a mais importante comenda do Exército, a Medalha do Mérito Militar.

O fotógrafo muitas vezes passou horas e horas sem nenhum clique porque esperava que um determinado animal surgisse ou ficasse em uma posição que possibilitasse um melhor ângulo para a foto. Além disso, as condições climáticas imprevisíveis e a falta de controle da luminosidade também dificultam o trabalho do profissional nesse ramo da fotografia.

Nesse sentido, Araquém exercita a paciência, a obstinação e a contemplação para conseguir alcançar o sucesso no registro de imagens da natureza.

Comentários